MutiRão: ARte BioCoNStruÍDA

13 03 2010

Nos dias 6 e 7 de março o Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo passou por uma transformação radical em seu espaço físico e nas relações humanas que ali aconteceram.

MutiRão é tRAnsfOrm-AÇão!

A proposta do CaSatieRRa e do Quilombo foi criar uma SaLa ao aR  liVRe, com a participação de tod@s na criação e composição dos ambientes. Jardinação, Forno de Barro, Pintura e Mosaico tornaram-se uma composição  orgânica, onde a terra do jardim,  se tranformou em forno,  em cerâmica e em tinta na parede.

força coletiva

patamares construídos com materiais coletados na rua

pisando o barro para o forno

mosaico com cacos de cerâmicas coletadas na rua

A diversidade e alegria do público participante-criador ficaram impressas no novo espaço do Quilombo do Sopapo:  crianças , jovens e adultos da comunidade local, parceiros como MST, Gaia Education, UFRGS, Griôs, Odomodê, entre outros, além de novos e velhos amigos estiveram presentes nesse lindo momento.

O próximo passo é a finalização do trabalho. Desde já agradecemos a participação, o empenho, a doação pessoal, e esperamos que momentos como este se multipliquem em suas vidas!!!!

só alegria!

Anúncios




Arte BioCONstruÍDa

2 03 2010

C a S a t i e R R a   convida a tod@s!

MuTirÃO: Arte Bioconstruída no Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo

Juntamente com  a aquipe de gestão e educadores do Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo, faremos um mutirão para criar e consolidar o novo espaço de Cinema ao Ar-Livre, com forno de terra, mosaico, jardinação e pintura com tintas naturais.

Haverá almoço (todos serão contemplados, vegetarianos ou carnívoros) e vc pode levar algo para contribuir no rango ou para uma possível confraternização após o encerramento dos trabalhos em ambos os dias.

Grande abraço!

CaSatieRRa

Chamada

O que: Mutirão de Arte Bioconstruída no Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo

Quando: 06 e 07 de março – 9hs

Onde: Quilombo do Sopapo – Av. Capivari, 602 – Bairro Cristal – tel 3398-6788





PeRCursO 2: VilA PEdreiRa

1 03 2010

O segundo percurso do CaSatieRRa no Cristal foi conduzido por Diane Barros, moradora da Vila Pedreira. Diane nasceu na Pedreira, onde reside com seus familiares até hoje. O percurso escolhido pela educadora foi o caminho que vai do Quilombo do Sopapo até a sua casa, passando pelo mirante da vila.

De um lado, a vista para o Prado...

do outro lado, o Valão.

Durante o percurso, conversamos sobre arte, arquitetura, a cultura da vila e histórias da vida de Diane que se mesclam às do bairro. “Mas afinal de contas o que vocês querem olhar?” no que respondemos que a vila, para nós, é, no mínimo, um exemplo de bom aproveitamento do espaço e dos materiais coletados na natureza urbana. “Realmente, aqui na vila não tem lixo, tudo é reaproveitado, principalmente pelo pessoal mais carente”, comenta Diane.

Aproveitamento do espaço

Crianças brincando no carro-armário

Limite físico: paredão de pedra

Diane relatou que a Vila Pedreira aumentou tanto que não há mais para onde crescer. Contou que quando seus pais eram jovens, freqüentavam o mirante com os amigos para curtir o visual e o pôr-do-sol. Hoje não é mais assim. A área está dominada pelo tráfico de drogas, e a vista, ameaçada pelas novas e futuras construções na orla.

Da esquerda para direita: Diane, Clarissa e Ana Paula

Vista ameaçada: Prado, arranha-céus, Shopping e Rio Guaíba ao fundo





PeRCursOS no CRistAL

16 02 2010

O CaSatieRRa está realizando percursos no bairro Cristal, guiado por educadores do Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo, em Porto Alegre/RS.  Em busca de conhecer a realidade local através da percepção do espaço e das histórias contadas pelos participantes, estas experiências também servirão de inspiração para a intervenção artística que será realizada no pátio do Quilombo (Prêmio interações Estéticas 2009 – FUNARTE/MinC).

.

Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo

Em busca de materiais

.

.

PeRCurSo I: viLa EcOlógICa

O primeiro percurso foi guiado por Oscar Luz, que reside com a família no Cristal desde 1979. Ele contou que as mudanças mais significativas do bairro foram o aumento do número de casas e mais recentemente, dos grandes edifícios verticais.

.

Oscar Luz, morador do Cristal há 31 anos

Visual da entrada da Vila Ecológica

.

A nova proposta urbanística da prefeitura para a cidade, impulsionada pela especulação imobiliária, vem desapropriando antigos moradores e principalmente a população de baixa renda do bairro. A velocidade deste processo se contrapõe a um jeito de viver no Cristal:

“quando nossa casa ficar pronta eu convido vocês para um churrasco. Mas sabe como é que é pobre, né, vai construindo tudo devagarinho…” afirma carinhosamente,  Ana Elisa,  irmã de Oscar.

.

.

No topo do morro, a caixa d'água

Vista panorâmica da região





ARte BioCOnstRuÍDa

14 01 2010

CaSatieRRa é contemplado com o Prêmio Interações Estéticas 2009

O projeto Arte Bioconstruída no Quilombo do Sopapo foi contemplado com o Prêmio Interações Estéticas 2009 – Residências Artísticas em Pontos de Cultura – FUNARTE/MinC. O CaSatieRRa realizará o projeto no Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo, em Porto Alegre/RS, entre dezembro de 2009 e março de 2010. A obra de arte bioconstruída em sistema de mutirão será criada a partir de encontros de vídeo-debate e percursos com coleta de materiais da natureza urbana no bairro Cristal.